JORNAL DAS AUTARQUIAS

Inscrito na E.R.C. sob o nº 125290

Agosto 2019 - Nº 142 - I Série - Porto

Porto

Entrevista do Presidente da Junta de Freguesia de Bustelo

Joaquim Pedroso

J.A.- Que conclusões dos últimos resultados das eleições Europeias?
P.J.-A percentagem da abstenção mostra a descrença do povo nos políticos.

J.A. – Valorize o sector primário e o turismo dessa freguesia?
P.J.- Dentro das possibilidades da junta de freguesia tudo estamos a fazer para enaltecer e valorizar estes setores.

J. A. – O aumento do desemprego gerou muita pobreza, como está essa freguesia a gerir esse problema?
P.J.-Auxiliando dentro dos possíveis os mais desfavorecidos, com apoios e incentivos

J.A.– O que pensa sobre a violência doméstica, que ultimamente tem aumentado drasticamente no nosso país e qual a causa e efeito?
P.J.-Fruto da evolução tecnológica e dos baixos valores morais que a sociedade tem.

J.A.–A delinquência infantil tanto no meio urbano como no escolar e neste momento um infeliz realidade. Fale-nos sobre esta situação.
P.J.- Eu penso que é fruto também dos valores morais da sociedade e da própria família.

J.A.– O que pensa sobre a violência gratuita que se está a gerar na nossa sociedade?
P.J.-Não se olha a meios para atingir fins.

J.A. – Estando a população cada vez mais envelhecida e muita dela sem apoio familiar e recursos financeiros, que apoio presta a autarquia a esta realidade?
P.J.-Pautamo-nos pela proximidade e organizando eventos de convívio

J.A.- Com a aproximação do tempo quente, Verão, que tipo de prevenção utilizada para minimizar danos como os que aconteceram em anos transatos?
P.J.-Sensibilizar a população para a defesa e prevenção tanto no aspeto individual como coletivo

J.A.- Que apoios têm recebido do governo para colmatar esse flagelo, e qual o apoio dado às vitimas do mesmo?
P.J.-Não recebemos qualquer tipo de apoio. Mas também não fomos atingidos por qualquer catástrofe.

J. A. – Qual o maior problema com que essa freguesia se debate?
P.J.-Apoio à terceira idade

J. A. – Que outros problemas necessitam de maior intervenção?
P.J.-Rede saneamento na freguesia

J. A. – Que perspectivas tem para o futuro da freguesia?
P.J.-Depende da conjetura nacional e dos autarcas que estejam a gerir os destinos do nosso concelho

J. A. – Qual a mensagem que leva às mais variadas reuniões e eventos? E porquê investir nessa freguesia?
P.J.-Apoios à educação e aos mais idosos.

J. A. – Como é a situação financeira dessa freguesia?
P.J.-Estável.

J. A. – Qual o apoio que a Câmara presta à Junta de Freguesia?
P.J.-Pouco.

J. A. – Que mensagem quer enviar à população da sua freguesia?
P.J.-Olhar o futuro com confiança.

J. A. – Como consegue gerir a absorvente vida de autarca com a vida familiar?
P.J.-Com empenho e dedicação. O que às vezes é complicado

J. A. – Que mensagem quer deixar ao Jornal das Autarquias?
P.J.-Que tenha sucesso e sempre atento aos problemas autárquicos

Go top