Carta aberta do Presidente da Junta de Freguesia de Mindelo

Cláudio Matos

O ano de 2020 foi um ano de mudanças nas nossas vidas. Um ano de aprendizagem para o futuro, no qual nos foi imposta uma nova forma de encarar o quotidiano, de olharmos para a nossa realidade, de vermos o mundo.

Privados dos contactos físicos, cultivamos o medo do desconhecido, olhando sempre no outro como potencial (embora inconsciente) inimigo.

No novo ano o desafio continua. Cabe a cada um de nós olhar para o futuro com determinação, aceitando a nova realidade e superando as provas que nos são dadas.

2020 foi também um ano de mudanças positivas na nossa comunidade. As eleições intercalares colocaram fim às divergências e dificuldades da governação do executivo da nossa Junta de Freguesia. Foi um ano de união e pacificação em prol de todos.

Muitos foram os desafios, e o caminho muitos mais nos mostra. O movimento independente que preside aos órgãos autárquicos da nossa freguesia tem-se pautado por uma clara luta pelos interesses dos seus fregueses. Muitas vezes angustiados pelas barreiras encontradas, é a nossa determinação que nos permite levar avante projetos há tempos parados.

Quem faz a terra são as suas gentes, e somos nós, que cá estamos, que temos de lutar pelo nosso bem comum. Tantas vezes sós, tantas vezes impedidos de fazer mais, mas sempre com o nosso foco orientado naquilo que é realmente importante – Mindelo.

A proximidade que as Juntas de Freguesia representam são essenciais para o crescimento da comunidade, quer a nível de infraestruturas quer a nível social, e é nesta proximidade que reside a fórmula do nosso trabalho, na tentativa de chegar a todos e fazer ouvir a comunidade junto dos outros órgãos.

Para o futuro, apenas podemos prometer manter esta convicção e determinação na nossa incumbência. Independentes, mas não sós, vamos continuar o nosso trabalho.

Para este novo ano desejamos que seja um ano de concretização de sonhos e projetos, para todos, e um ano de franco crescimento para a nossa freguesia.

É a união e colaboração dos Mindelenses que nos motivam nesta árdua tarefa.

Go top